medronho

Texto: Pedro Martins

A dedaleira, planta que faz lembrar dedais pela forma das flores, exerce um efeito tónico no coração. Na serra da Estrela, porém, é usada também para tratar infecções e como cicatrizante. O medronheiro (na imagem), por outro lado, é muito referido para tratamento de doenças no fígado ou rins.

Os conhecimentos tradicionais sobre as plantas aromáticas e medicinais do Parque Natural da Serra da Estrela estão a ser salvaguardados num projecto que junta o Centro de Interpretação da Serra da Estrela e as Faculdades de Ciências e Tecnologia e de Farmácia da Universidade de Coimbra.

De acordo com Cláudia Dias, investigadora em etnobotânica, o projecto recolheu informação sobre mais de cem plantas e nem sequer eram as mais raras da serra. “Cerca de 85 nascem de forma espontânea nesta área protegida”, diz. Através de inquéritos às populações, sobretudo aos mais idosos, recolheu-se esse valioso saber ancestral sobre a aplicação de plantas a várias maleitas humanas.
“Os princípios activos distribuem-se de forma desigual pelos diferentes órgãos das plantas, pelo que temos de perceber exactamente o que se pode usar em cada receita”, diz a investigadora. Mas é curioso ver a ciência retomar o contacto com as curandeiras das aldeias. Afinal, o fármaco do futuro pode estar num prado ao virar da esquina. 

Funcho Foeniculum vulgare
Para além de aplicações aromáticas na gastronomia, o funcho é usado para tratar pedras dos rins, dores de barriga e outros distúrbios digestivos e respiratórios.

Poejo Mentha pulegium
O seu nome científico deriva da palavra pulga, reflectindo o seu uso tradicional como repelente. O poejo é muito usado na serra da Estrela em fumigações e
como repelente de traças.

Hipericão Hypericum perforatum
É das plantas mais referenciadas da serra, indicada para todo o tipo de feridas, mas particularmente eficaz no tratamento de queimaduras. É usada também em casos de catarro e bronquite.

Fonte: Alexandre Silva (CISE) e Guia das plantas aromáticas e medicinais do Parque Natural da Serra da Estrela

Descubra uma nova visão do mundo!

Assine a National Geographic.

Pesquisar