Perfeitamente adaptado aos ambientes fluviais, este melro-d’água emerge da cascata em que fez a postura, na fronteira entre o Norte e o Centro do país.

A espécie funciona como indicador natural da ausência de poluição nos cursos de água.

Fotografia: João Cosme

melro d'agua

Pesquisar