Em 24 de Abril de 1917, o submarino alemão U-35 afundou quatro navios mercantes na costa sul de Portugal, ao largo de Sagres e Lagos. 

Nova Iorque já passou por crises anteriores, mas o combate à pandemia da COVID-19 quase imobilizou a cidade na Primavera de 2020. Fotografias captadas de helicóptero demonstram com clareza como os nova-iorquinos permaneceram em casa na esperança de travarem a propagação da COVID-19.

Os destroços eram conhecidos da população de Peniche, que referia com frequência mergulhos ou pescarias bem sucedidas no “Dago”, mas nunca fora realizada a peritagem para identificar os navios.

Este centro, foi escavado por uma rainha e visitado por um dos grandes autores de fábulas infantis.

No continente americano, o carnaval e outras celebrações são pretextos para evocação de raízes africanas, indígenas e europeias em cada cultura. Os trajes alegóricos são uma forma curiosa de desforra sobre os antigos opressores.

Em finais de 2020, prevê-se que mais de cem milhões de pessoas se encontrem em situação de pobreza extrema, vivendo com menos de 1,60 euros por dia. Outros milhões de pessoas estão a empobrecer. As situações de confinamento prolongado poderão agravar estas previsões, já de si sombrias, em 2021.

Numa das estações arqueológicas de Castro Verde, designada por Neves I, foram recolhidas na década de 1980 pelo autor e por Maria Maia duas peças em que é nítida a influência das culturas do Mediterrâneo sobre as sociedades desta região.

Os toucados tradicionais dominam de novo na Ucrânia.

Obra máxima do estilo manuelino, o Mosteiro dos Jerónimos explica ao mundo, com esplendor, a história da Expansão Marítima portuguesa.

Descubra uma nova visão do mundo!

Assine a National Geographic.

Pesquisar