LA

Do Observatório Griffith, podemos avistar uma imagem nítida da linha do horizonte de Los Angeles numa alegoria de quão mais limpo está o ar. A atmosfera, porém, continua a ser uma das mais poluídas do país.

Há 50 anos, a lei do ar limpo seguiu a ciência e tornou-se um modelo para o mundo.

Texto: Beth Gardiner

Velhos residentes em Los Angeles lembram-se dos tempos em que as montanhas em redor da cidade não eram visíveis. Hoje, fazem parte integrante da paisagem, com a sua beleza escarpada. Não é apenas a região meridional da Califórnia. Graças à Lei do Ar Limpo de 1970, a atmosfera dos Estados Unidos tornou-se 77% mais limpa apesar do aumento da população, da economia e do número de viaturas em circulação. Essa melhoria prolongou a vida de milhões de pessoas, permitiu poupar biliões de euros e transformou o país numa história de sucesso.

Esta lei de referência foi uma conquista bipartidária, tendo conquistado a aprovação do Senado e sido aprovada com apenas um voto contrário na Câmara dos Representantes.

Tem tido sucesso porque se centra em provas científicas e em objectivos ambiciosos tendo por prioridade a saúde. “A Lei do Ar Limpo continua a ser a mais poderosa lei de saúde pública do século XX nos Estados Unidos”, disse Paul Billings, da Sociedade Americana de Pneumologia.

poluição

A poluição atmosférica paira sobre Los Angeles, em 1957. O ar era tão nocivo para a saúde que os pais mantinham as crianças dentro de casa. O céu tinha um brilho alaranjado. O trânsito era uma  grande  parte do problema.

Uma das disposições desta lei ordena que os fabricantes de automóveis reduzam a poluição dos escapes em 90%. Actualmente, os automóveis são 99% mais limpos do que os modelos anteriores a 1970. E o resultado saiu barato: segundo estimativas de investigadores, os benefícios gerais da lei foram mais de 40 vezes superiores ao seu custo. Esse sucesso serve para nos recordar que somos capazes de limpar a poluição e de resolver problemas que parecem difíceis quando os nossos líderes políticos estão preparados para tomar medidas baseadas em provas científicas.

No entanto, este é um trabalho ainda em curso, segundo Mustafa Santiago Ali, vice-presidente da National Wildlife Federation: “Espero que cheguemos a um ponto na nossa história em que não só compreendamos o valor [da lei], mas também sejamos capazes de trabalhar arduamente para melhorá-la.”

EUA poluição

COMO PODE AJUDAR

  1. Ande a pé ou de bicicleta, conduza um automóvel eléctrico, evite queimar gasolina ou gasóleo.
  2. Evite queimar outros materiais, sobretudo nas cidades ou lançar fogo-de-artifício.
  3. Proteja-se: sempre que possível ande a pé ou de bicicleta em ruas com pouco trânsito.
  4. Apoie líderes que defendam as energia limpas e a aplicação de leis vigorosas contra a poluição.

 

Descubra uma nova visão do mundo!

Assine a National Geographic.

Pesquisar