capela são frutuoso

O interior da capela já não é o original. Deverá corresponder à remodelação desenvolvida no século X, após a reconquista desta região.

Datada do século VII, é um dos melhores e mais antigos exemplares do estilo pré-românico com traça suevo-visigótica.

 Texto: Paulo Rolão

Após a queda do Império Romano do Ocidente, a Península Ibérica foi invadida em vagas sucessivas pelos denominados povos bárbaros provenientes da Germânia. Dois deles, os suevos e os visigodos, instalaram-se na Ibéria – os primeiros na região norte, da actual Galiza ao estuário do Tejo, enquanto os segundos ocuparam grande parte da actual Espanha, particularmente na região da Andaluzia. Os dois povos, contudo, acabaram por se miscigenar, numa coexistência relativamente pacífica.

capela são frutuoso

Inicialmente consagrada a São Salvador de Montélios, a capela deverá ter sido um templo isolado, num local ermo. No século XVII, foi incorporada no Convento de São Francisco. (1) Planta cruciforme. A pequena capela é uma cápsula do tempo, pois mantém a estrutura da construção original, uma faceta rara nos templos religiosos, constantemente remodelados. No interior da capela, o visitante é transportado para a Alta Idade Média.

Naturalmente, sendo provenientes de outras paragens, acabaram por integrar diferentes culturas e traços artísticos à medida que iam atravessando o continente europeu, aponto de criarem um espírito artístico muito próprio. É em todo este enredo que surge a pequena Capela de São Frutuoso de Montélios, no concelho de Braga, mandada erigir por Frutuoso, bispo de Dume e de Braga. Foi no Norte que mais se fizeram sentir os efeitos da arte suevo-visigótica e, dadas as escassas obras que chegaram à actualidade sem corrupção das linhas, este templo cristão é um dos mais notáveis sobreviventes dessa época remota e desse estilo a que os historiadores de arte chamam pré-românico. A sua fundação deverá datar do século VII, ou seja, quando a invasão muçulmana não estava muito distante.

A capela não era então um ermo isolado dentro do território do bispado: em seu redor, existia um conjunto monástico bastante maior numa das mais importantes cidades da época, que entretanto foi desactivado no século XVI.

O templo original tinha a planta em forma de cruz grega, o que a torna, com decoração inspirada em motivos bizantinos, um caso único em Portugal, tanto mais que foi a única, do vasto complexo monástico, que chegou aos dias de hoje.

bispo

Nascido em Braga, São Frutuoso foi uma personalidade fascinante do século VII. Muito do que sabemos dele resulta da obra do seu biógrafo, São Valério.

O bispo de Braga interveio directamente na edificação da capela e não surpreende que a tenha escolhido como panteão. No século XII, porém, o corpo do santo foi “requisitado” pelo arcebispo de Compostela e levado como relíquia para Santiago. A cidade espanhola demorou 864 anos a devolvê-lo, mas, em 1966, São Frutuoso voltou à sua capela. Onde ainda permanece.

mapa capela são frutuoso

Pesquisar