formiga

De perto, numa perspectiva fortemente ampliada, este exemplar da formiga do género Camponotus assemelha-se a um invasor alienígena, mas, na verdade, as obreiras deste género não ultrapassam os oito milímetros, apesar de serem razoavelmente maiores do que outras formigas.

O género Camponotus distingue-se pela inserção das antenas afastada do clípeo e tem várias espécies citadas para Portugal. Este exemplar (fotografado já sem vida na região de Águeda) é uma formiga difícil de avistar ao nível do solo, pois é nas árvores apodrecidas que, por norma, constrói o formigueiro. Tradicionalmente, as colónias têm 30 a 50 indivíduos, mas as obreiras actuam isoladamente e são esquivas, aproveitando a noite para mostrar mais actividade.

Tal como muitas espécies do seu género, esta formiga hiberna do final de Outubro a Março se as temperaturas se mantiverem consistentemente abaixo de 10ºC. Há cerca de 130 espécies de formigas referenciadas para Portugal.

 

Descubra uma nova visão do mundo!

Assine a National Geographic.

Pesquisar