polinização

O declínio dos insectos levou à busca de novas formas de polinizar. Os drones podem ajudar.

Texto: Jordan Salama

À medida que as populações de abelhas e outros polinizadores naturais desaparecem, os cientistas procuram substitutos.

Um grupo de investigação japonês testou um drone com uma base pegajosa para transporte de pólen entre as flores à semelhança de um insecto. Porém, quando as hélices se aproximavam, danificavam as plantas. Agora, o mesmo grupo equipou drones com pulverizadores que libertam, à distância, bolhas de sabão carregadas de pólen. Em testes, a polinização de pereiras com bolhas produziu frutos de forma quase tão eficaz como a polinização manual.

Alguns ecologistas temem que esses esforços estejam mal orientados e desviem a atenção da necessidade fundamental de conservar as abelhas e outros polinizadores.

As próximas etapas incluem o desenvolvimento de uma solução de sabão biodegradável para reduzir ao mínimo o impacte ambiental e melhorar a precisão da pulverização com bolhas do drone.

 

Descubra uma nova visão do mundo!

Assine a National Geographic.

Pesquisar