NATIONAL GEOGRAPHIC // AIR FRANCE

Uma selecção de 10 destinos nos quatro cantos do mundo, alguns mais exóticos e menos habituais e outros mais populares, com algumas sugestões do que ver ou experimentar para uma viagem memorável.

  1. Miami

Miami

Quem chega a Miami encontra o que é expectável: praias de extenso areal ladeadas de um lado pelo oceano e do outro por palmeiras e avenidas a perder de vista.

Ocean Drive é sem dúvida icónica e de passagem obrigatória, para chegar a uma das praias mais conhecidas através de muitas séries e filmes de acção em Miami - South Beach.

No entanto, vale a pena fazer uma pausa das praias e de toda a zona cosmopolita para visitar, apenas a 1 hora de distância, a beleza selvagem do Parque Nacional de Everglades. Um terreno pantanoso com centenas de espécies de aves, animais e plantas, características deste ecossistema que levaram à sua classificação como Património da Humanidade. Vindo de Miami, a porta de entrada para este parque de terrenos pantanosos, com cerca de 6.000 km², é o Shark Valley. Percorrer de bicicleta a estrada plana e pavimentada de cerca de 25 quilómetros, é ideal para que todos os sentidos apreciem este parque único, encontrando alguns dos seus habitantes mais emblemáticos como crocodilos, tartarugas e uma grande variedade de aves majestosas. A alternativa pode ser um passeio de Airboat, planando sobre as suas imensas águas pantanosas

  1. Tailândia

tailândia

Com os seus canais e templos, Banguecoque é um emocionante ponto de partida para conhecer a Tailândia.

Dentro da cidade a Prang ou torre do Wat Arun, é o templo mais antigo e os seus 82 metros de altura apenas se vencem à custa de suor e vertigens devido à inclinação da escadaria. No entanto, o esforço compensa, pois a paisagem que se avista faz Banguecoque parecer ainda maior.

Na baía de Banguecoque está situada a ilha de Koh Larn, com 2 aldeias em apenas quatro quilómetros de comprimento. É nesta ilha que se encontra uma das praias mais pitoresca da região ladeada por palmeiras e colinas verdes, a pequena praia de Tien. Uma visita a este local será premiada pela tranquilidade oposta ao que se encontra nos grandes centros urbanos.

Mais a norte, no Parque Nacional Doi Inthanon, ergue-se o pico mais alto do país, a 2565 metros acima do nível do mar. Os inúmeros trilhos de caminhada permitem descobrir pagodes no alto das colinas atapetadas de arrozais ou debruçados sobre os rios sulcados de barcaças. O Trilho Natural de Giew Mae Pan de apenas 2 horas através de floresta tropical dá a conhecer pequenas cascatas e as mais impressionantes paisagens. É um refúgio de natureza e tradição.

  1. África do Sul

Africa do Sul

Joanesburgo é o ponto de partida perfeito para explorar o país mais a sul do continente africano e a sua variedade de paisagens e ecossistemas.

O entusiasmo de visitar este país prende-se pelo contacto que é possível com a vida selvagem. É imperativo começar com um safari num dos muitos dos seus Parques Nacionais. Apenas a 550 quilómetros de distância da capital, o que não é muito tendo em conta a imensidão de todo o território, o Mokala National Park oferece a oportunidade de acampar e explorar o Parque durante diferentes horários desde o nascer do sol e durante a noite com experiências diferentes de acordo com os hábitos de cada espécie.

Kraalbaai, a lagoa idílica localizada no Parque Nacional West Coast, com águas cristalinas de um inesperado azul-turquesa, é uma paragem obrigatória e o primeiro destino na Costa Oeste, antes de rumar para uma viagem de descoberta da Costa Sul Africana. Desde Cape Town, sem esquecer uma visita ao Cabo da Boa Esperança, até Porto Elizabeth já na Costa Este, combinando no mesmo passeio um cenário de praias, parques nacionais e montanhas. A temporada de observação de baleias, de Junho a Novembro, torna as Praias mais pitorescas, localidades à beira-mar ainda mais fascinantes.

  1. Martinica

Martinica

Fort de France é a capital desta ilha de origem vulcânica nas Caraíbas, com praias de areia branca ou preta, que estão entre as melhores do mundo.

Anse Michel, uma das praias no sudoeste da ilha é de visita obrigatória pelo cenário idílico que apresenta, a água transparente, o areal branco e a natureza que a rodeia.

Para além de explorar as diversas praias, o Parque de Mangrove, oferece a oportunidade de conhecer um ecossistema de fauna e flora única: floresta de mangais, que pelo seu característico emaranhado de raízes torna-se um “berçário” natural para inúmeras espécies de peixes e de aves. Para quem prefere uma vegetação mais exuberante e um nível mais avançado de experiência, a excursão a Fontaine Didier, nas colinas que cercam Fort-de-France, percorrendo as suas cascatas e terrenos sinuosos pode ser surpreendente.

  1. Républica Dominicana

Punta Cana

Quem visita este país, chegando através de Punta Cana, já sabe que vai encontrar um tesouro nas Caraíbas cheio de História que remonta à época dos Descobrimentos, hábitos culturais interessantes, uma natureza exuberante e praias, muitas praias. Entre elas a Praia Esmeralda, como o nome sugere de águas esverdeadas e rodeada pela sombra de palmeiras, um lugar de tranquilidade paradisíaca.

Para conhecer a natureza mais selvagem e sair do ambiente da zona costeira, o Parque e Reserva Ecológica Olhos Indígenas (Ojos Indígenas) com 12 lagoas de águas azuis de beleza única, surpreende e refresca os seus visitantes através de caminhadas pela mistura de habitats secos e húmidos que refletem toda a diversidade oferecida pela República Dominicana.

  1. Costa Rica

Costa Rica

A Costa Rica apesar de ter uma área de 51 100 km², reúne no seu território 5% da biodiversidade do planeta. Deste modo, quem a visita não pode deixar de conhecer de perto a sua riqueza em fauna e flora. A capital San José, no centro do país, é o ponto de partida para viver emocionantes aventuras em paisagens contrastantes como as montanhas vulcânicas, as florestas tropicais e praias caribenhas banhadas pelo Pacífico.

Os trilhos que permitem conhecer o território de uma ponta à outra têm diferentes níveis de dificuldade podendo ser um verdadeiro desafio quando temos em conta o clima e todas as espécies que nos observam.

No Parque Nacional Corcovado na Península de Osa, as espécies selvagens presentes como o puma ou o jaguar e a fragilidade de todo um ecossistema que se pretende preservar obriga à companhia de um guia pelos percursos existentes. Oferece, ainda, áreas de acampamento e alojamento para estar em comunhão com a natureza durante mais do que umas horas.

A Norte, no Parque Nacional Volcán Tenório, o Rio Celeste e as suas hipnotizantes águas azuis são um local de beleza única e difícil de imaginar. Os percursos existentes ao longo das margens do rio que passam por cascatas, densa floresta tropical e os inevitáveis banhos em fontes termais naturais vulcânicas. O azul celeste que deu nome ao rio é resultado da reação química entre o ácido sulfúrico e o carbonato de cálcio, presentes separadamente nos dois rios que formam, posteriormente o Celeste.

  1. Guadalupe

Guadalupe

Pointe á Pitre a principal cidade deste grupo de ilhas de origem vulcânica e localiza-se praticamente no meio das 2 maiores ilhas que juntas têm o formato de uma borboleta. Antes de ser batizada por Cristóvão Colombo, na época dos Descobrimentos, com o nome de Guadalupe, os habitantes nativos deram-lhe o nome de Karukera, que significa “ilhas das lindas águas”.

E se as praias são de tirar o fôlego, debaixo de água vive também uma beleza selvagem sem fim. A Reserva Subaquática de Jacques Cousteau, que pertence ao Parque Nacional de Guadalupe, é considerada um dos melhores locais para mergulho, perfeita para admirar as coloridas paisagens subaquáticas e os seus fascinantes habitantes.

A cultura crioula está presente em toda a ilha e os diversos mercados ao ar livre podem ser também uma verdadeira aventura para os sentidos, com todos os seus aromas exóticos e cores tropicais.

  1. Brasil

rio de janeiro

A cidade do Rio de Janeiro pode ser um surpreendente destino de aventura. O Parque Nacional da Tijuca é o que oferece mais opções para praticar desportos de montanha e aventura - desde trilhos por florestas que escondem cascatas até à escalada. O cume da Pedra Gávea (844m), onde em 1830 se realizou a primeira expedição, transformou-se num dos objectivos de montanha mais atractivos do Rio. A rota é exigente, de três horas e com um longo percurso de escalada, mas exequível se realizado em companhia de um guia especializado e do material necessário. Mais acessível é a Pedra Bonita (696m) que requer apenas uma caminhada de 30 minutos. Os aficionados da escalada, preferem muitas vezes a pontiaguda Agulhinha da Gávea ou Pedra Aguda (610m) pela sua diversidade de acessos.

Distantes do reboliço do centro da cidade, junto às praias selvagens na Barra de Guaratiba, existem também diversos trilhos no famoso Pedra da Tartaruga que atravessam a vegetação até encontrar praias tranquilas e um mar a perder de vista.

  1. Cuba

havana

Havana merece uma viagem, mas, para conhecer a ilha e captar a essência de Cuba, é preciso explorar todo o seu território. E não só a sua superfície. Todo o seu património aquático e subaquático é por si só motivo para uma viagem.

As águas da Lagoa do Tesouro, esverdeadas, reflectem as imensas palmeiras que as rodeiam, criando uma paisagem quase irreal. É um lugar perfeito para turismo da natureza e pesca desportiva .

No Oeste da ilha, a Gruta dos Peixes, uma cavidade com 70 metros de profundidade é um paraíso dos mergulhadores.

Para explorar o fundo do mar que rodeia Cuba é preciso visitar a extensa Reserva Marinha Jardins da Rainha, um paraíso oceânico baptizado por Cristóvão Colombo em homenagem à rainha Isabel. Com uma área de 2.170 quilómetros quadrados é a maior área marinha protegida de Cuba.

  1. Los Angeles

Los Angeles

Um passeio de carro de Los Angeles a Santa Barbara, permite partir à descoberta dos arredores da cidade, e embora seja um percurso com cerca de 1h30, pode-se prolongar a viagem durante vários dias parando em diferentes pontos de interesse.

O itinerário sempre junto à costa começa pela icónica Santa Monica, conhecida pelas suas praias e o gigantesco pontão que comporta entre outras atracções um aquário e o parque de diversões Pacific Park. Neste parque a roda gigante, movida a energia solar, é uma referência e um exemplo das preocupações ambientais da região. Santa Monica é também o final da famosa Rota 66.

A estrada segue por uma paisagem montanhosa ladeada por floresta e com vistas deslumbrantes do litoral e das suas praias. É o início, igualmente, de Santa Monica Mountains National Recreation Area, com uma rede de 800 km de trilhos espalhados pelos vários parques que fazem parte deste território emblemático.

No centro desta zona montanhosa, junto à costa, encontramos Malibu, envolta em colinas onde a natureza oferece praias de ondas perfeitas, como a Surfrider Beach nomeada como a primeira Reserva Mundial de Surf,  uma atracção imperdível para os praticantes da modalidade.

Depois de passar Oxnard, o percurso continua junto à costa e através da Floresta Nacional Los Padres. Este Parque que se extende por 7.700 km2, um dos maiores da Califórnia, reúne diferentes espécies de flora e fauna únicas numa variedade de ecossistemas, que vai desde o deserto a florestas de sequóias costeiras, possíveis de conhecer através de uma infinidade de trilhos.

Segue-se para Santa Bárbara, cujas origens remontam a séculos antes da chegada dos europeus, quando o povo Chumash aí se estabeleceu. As praias banhadas pelo Pacífico convidam ao descanso. Na sua baía, encontra-se o Parque Nacional Channel Islands, com cerca de 140 espécies endémicas, atractivo sobretudo pela visita frequente de baleias azuis.

Actuar para viagens mais responsáveis

As emissões globais de CO₂ da aviação são atualmente de 2 a 3%. Com o tráfego aéreo a expandir-se rapidamente, poderão aumentar significativamente se não tomarmos medidas. Comprometida com o ambiente e o clima, a Air France está a acelerar a sua abordagem em relação a viagens cada vez mais responsáveis.

Não perca as ofertas especiais da Air France para este Verão e subscreva a sua newsletter para receber ofertas personalizadas e inspiração de viagem diretamente na sua caixa de e-mail.

Pesquisar